Com o fim do “O Jornal de Coruche”, eis que surge uma novidade, um projecto, um sonho. O meu sonho e o sonho de todos aqueles que irão contribuir para que este se concretize. Surge o novo Jornal Lezírias. Nova gente chegará enquanto outros partem.

.posts recentes

. O Lezírias de Dezembro! F...

. ...

. Jornadas de Gastronomia ...

. Jornadas de Gastronomia ...

. Resultados do sorteio da ...

. O Lezírias das Festas do ...

. Festas de Coruche 2011

. Coruche - Semana da Juven...

. O Lezírias de Maio

. ...

. Sabores do Toiro Bravo 20...

. 11 da Lezíria - Pontapé d...

. O Lezírias de Março

. Resultados da 2ª fase do ...

. Finalmente o nº 8

.arquivos

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Festas de Coruche - o rescaldo

 

 

Não sou a pessoa certa para fazer o rescaldo das Festas. No entanto posso falar daquilo que vi e daqueles que revi, do que gostei e do que não gostei.

Gostei das luzes, dos espectáculos. O fogo-de-artifício talvez tenha sido o mais bonito dos últimos anos. Não houve fartote de largadas e encierros.

Não vi a Procissão, mas sei que a devoção à nossa padroeira é cada vez mais e maior.

O ponto de encontro de toda a gente é o recinto das festas. À tarde, tentamos combinar um sítio para nos encontrarmos com os amigos e a resposta é sempre a mesma: “ali ao pé das tasquinhas” e assim é, passamos por uma vimos pessoal amigo que não víamos desde o ano passado e bebe-se um copo, dá-se dois dedos de conversa e continua-se a viagem por entre pessoas, cadeiras, carrinhos de bebé, um sem número de obstáculos que acabam por atrasar algum encontro que esteja marcado!

Com um copo de cerveja na mão, ou não vejo as pessoas a passarem, a sorrirem. Comentam o espectáculo de Rui Veloso: “espectacular, Rui Veloso é Rui Veloso, hoje há largada?” e não houve. Houve o Cortejo. Mais uma vez se foi ao baú à procura das tradições. Quem viu diz que foi bonito. Não vi, coisa que acontece acerca de 17 ou 18 anos. A vida assim o quis. Não se pode estar em todo o lado e ajuda ao meu pai é importante.

Não fui à corrida de toiros, mas foi o Joaquim Mesquita que no próximo fará ele o rescaldo da festa brava.

Comigo esteve um amigo de longa data que sendo forasteiro ficou impressionado com o que viu, a quantidade de gente, os espectáculos, as largadas, toda uma panóplia de eventos que só engrandecem as nossas festas – também o Miguel, gostou da festa, de Coruche e suas gentes. Deixou o elogio à Comissão de festas e a promessa de que voltaria para o ano.

Em nome do Jornal Lezírias deixo os Parabéns à Comissão de Festas, à Irmandade, à CMC e a todos aqueles que directa ou indirectamente contribuíram para este sucesso.

´

A foto é do Pedro Ribeiro

José António Martins

(Director do Jornal Lezírias)

publicado por Lezírias às 23:11
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.favorito

. Deus quer, o homem sonha ...

.subscrever feeds