Com o fim do “O Jornal de Coruche”, eis que surge uma novidade, um projecto, um sonho. O meu sonho e o sonho de todos aqueles que irão contribuir para que este se concretize. Surge o novo Jornal Lezírias. Nova gente chegará enquanto outros partem.

.posts recentes

. O Lezírias de Dezembro! F...

. ...

. Jornadas de Gastronomia ...

. Jornadas de Gastronomia ...

. Resultados do sorteio da ...

. O Lezírias das Festas do ...

. Festas de Coruche 2011

. Coruche - Semana da Juven...

. O Lezírias de Maio

. ...

. Sabores do Toiro Bravo 20...

. 11 da Lezíria - Pontapé d...

. O Lezírias de Março

. Resultados da 2ª fase do ...

. Finalmente o nº 8

.arquivos

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

.Contador

.Publicidade

"Clique para aumentar"
Terça-feira, 22 de Março de 2011

11 da Lezíria - Pontapé de Baliza - Março

Qual a equipa a praticar melhor futebol?
Santa Justa
Fazendas das Figueiras
Rebocho
Fajarda
  

 



Quem é o Kuka?


No último sábado do mês, dia de mercado em Coruche, os dois repórteres partem com o objectivo de entrevistar a população Coruchense com o intuito de ficarem a saber a opinião dos coruchenses sobre o futebol do Inatel. Foi por mero acaso que descobriram o mito vivo do futebol, o último macho da lezíria, o homem que tem uma patilha tão grande que dá para ser vista do Miradouro de Nossa Senhora do Castelo, João Meirinho, mais conhecido por Kuka.
Kuka estava no Bife, encostado à janela a beber tranquilamente um copo com Moscatel, enquanto olhava para a rua e apreciava os seus conterrâneos carregados com o avio mensal.
Tinha chegado a altura de desvendar alguns segredos sobre a longa carreira futebolística de Kuka.


Toda a gente te conhece por Kuka, qual é o teu nome verdadeiro?


João Meirinho, tenho 36 anos feitos no dia 18 de Janeiro. Nasci em Joanesburgo, África do Sul.


No ano passado podias ter visitado Joanesburgo e aproveitavas para ver algum jogo do Mundial.


Gostava muito de lá voltar,infelizmente não tive possibilidade de ir até lá.


Temos conhecimento que sempre foste um jogador bastante acarinhado em todas as equipas por onde passaste, quais os clubes que já representaste?


Comecei nas camadas jovens do Coruchense, depois estive no União de Santarém e disputámos o campeonato nacional, nessa altura também cheguei a representar a Selecção Distrital de Santarém, como sénior joguei na Fajarda, Valverde, Azervadinha, Rebocho, novamente no Coruchense, Santa Justa, Montinhos dos Pegos, São Torcato e Santana do Mato.


Quais os troféus e campeonatos que já conquistaste?


Já ganhei vários títulos no Inatel e muitas Taças do torneio da Junta de Freguesia. Fui campeão de série do Inatel pelos Montinhos dos Pegos e pelo Rebocho. No ano passado ganhei a Taça do Concelho pela Azervadinha.


Porque é que após um percurso notável nas camadas jovens do Coruchense não ficaste nos seniores?


Na altura o Coruchense tinha descido de divisão e tive uma pequena briga com o treinador, Mário Lázaro. Fui jogar para os Montinhos e nem pensei mais no Coruchense, para mim os Montinhos são o meu segundo clube.


Qual foi o treinador que mais te marcou?


Foi o Mário Lázaro (Risos). Não, foi o Joaquim Lascas.


Toda a gente tem conhecimento de que és um jogador por vezes um bocado duro, lembraste de alguma “cacetada” que tenhas dado num adversário e que recordes com orgulho?


O maior pau que já dei foi num gajo dos Marianos e Murta. Apanhei-o pelo peito que ia-o matando (Risada geral no Bife).


Qual foi o jogo que mais te marcou?


O jogo que mais me marcou, foi quando jogava no São Torcato, fomos jogar a Alferrarede e marquei um golo do meio campo.


Ainda há pouco tempo fizeste um grande jogo pelos Montinhos, frente ao Valverde, fizeste umas assistências para golo, marcaste um golo e quando ias isolado para marcar o segundo golo, fintaste dois jogadores, fintaste o guarda-redes, mas nesse momento apareceu uma toupeira e não marcaste golo.


Exactamente, já expliquei essa situação no facebook, já mandei lavrar o campo. A toupeira é que me atrapalhou para marcar o golo.


Qual é o teu jogador preferido?


Rui Costa.


E qual é o teu clube do coração?


É o Benfica. E logo a seguir ao Benfica, os Montinhos dos Pegos.


Como te sentes ao saber que foste a fonte de inspiração para o cartaz das festas de Coruche de 2008?


Mais uma vez se nota que sou uma mais valia no concelho, em termos futebolísticos e popularidade, sou uma pessoa engraçada.


Há quem diga que foi devido ao célebre cartaz das festas de Coruche que criaram o papel de Tristão para a telenovela Espírito Indomável, foste convidado para fazer de Tristão?


Não podia aceitar, a minha mulher assim que soube quem fazia o papel de Susana na telenovela, tive que me deixar disso, ela metia-me logo as malas à porta de casa se eu contracenasse com a Susana.


Como é a tua relação com os Coruchenses? És acarinhado pela população?


Penso que sim, as pessoas tratam-me bem, dou-me bem com toda a gente.


Falam contigo sobre os teus jogos de Futebol?


Às vezes há quem se meta comigo e diga: “Eia, grande cacetada que deste” ou “Grande golo que marcaste”, ou então “que grande falhanço”.


O que achas da situação actual do país?


A situação está muito complicada, não concordo com o que o governo está a fazer, o governo está a tirar a quem trabalha e a dar a quem não faz nada.


Esta pergunta não a podíamos deixar de fazer, qual é o barbeiro que trata do teu cabelo e da tua patilha?


Vou ao Manel ao lado do Chico Pólvora, o Manel Corta Pescoços.


Qual é o teu filme preferido?


É o Nome da Rosa.


E nós a pensarmos que era o Rocky Balboa ou o Rambo.


Não, estão enganados.


Costumas ler? Qual o último livro que leste? Não vale dizeres a bíblia.


Leio pouco. O último livro que li foi o do Vale e Azevedo que veio com o Correio da Manhã, “A vida de Vale e Azevedo”.


E em relação a gostos musicais, qual a tua banda preferida?


U2, praticamente só oiço U2.


Como bom Ribatejano, gostas de uns belos petiscos, qual é o teu prato preferido?


É uma bela feijoada.


Quem consideras que seja uma grande personalidade Coruchense?


O velho Zé Tadeia, o do café, era uma pessoa carismática na vila.


Porquê?


Passei lá muitos anos da minha mocidade no café Tadeia, os tempos no Zé Tadeia foram de uma grande felicidade para a juventude de Coruche. Muita gente passou lá uma parte da sua juventude. E foi a iniciação ao álcool (Risos).


Qual foi o jogador com quem mais gostaste de jogar futebol?


Foi o Nuno Frade, foi sempre o meu companheiro no futebol. Fizemos um pacto há uns cinco ou seis anos, jogamos sempre juntos no mesmo clube e quando um deixar de jogar à bola o outro deixa também. Somos como irmãos, começámos a jogar à bola juntos na Escola Primária, meia-hora antes de entrarmos para as aulas. Tanto que ele é o padrinho da minha filha.






 

publicado por Lezírias às 13:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 21 de Março de 2011

O Lezírias de Março

publicado por Lezírias às 07:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.favorito

. Deus quer, o homem sonha ...

.subscrever feeds